PROGRAMAS EXPLORATÓRIOS

PAISAGENS DE COMUNICAÇÃO
acerca da ocupação de territórios que contribuem para a ligação simultânea de dois ou mais lugares afastados entre si.


Sede da Radio Televisão Portuguesa, Lisboa . image © 2013 Google

O ar foi o meio que mais obstáculos criou ao engenho humano. À semelhança do que aconteceu após o domínio da terra, do fogo, da agricultura, dos mares, os mecanismos que permitiram o homem comunicar e alterar a perspectiva sobre o planeta e cruzar informação quase instantaneamente entre dois pontos do planeta, questionaram a forma como nós nos vemos e entendemos a nossa posição no mundo. É inequívoco que o momento desse domínio foi a chave para a revolução do sistema global que hoje é parte integrante da nossa realidade. No entanto, por mais virtual que que as relações se tenham transformado, o aparelhómetro que suporta esta intrusão, marca pautadamente a paisagem contemporânea e possibilita a manutenção da satisfação das necessidades sociais. O Programa Paisagens de Comunicação estuda os lugares âncoras que medeiam as relações entre dois pontos do planeta separados entre si, e de como essa relação redefine o território, a paisagem e a imagem que se constrói da realidade.