SOBRE A SOCIEDADE EXPLORATÓRIA PARA A INTERPRETAÇÃO DA PAISAGEM


Achada do Gamo do complexo mineiro das Minas de São Domingos, Mértola . imagem © 2013 S.E.I.P.

A Sociedade Exploratória para a Interpretação da Paisagem, uma organização sem fins lucrativos, dedica-se a compreender o homem através da paisagem que constrói e habita. Investigando e expondo a dialéctica homem/terra, a S.E.I.P. torna legível uma realidade que está na maioria das vezes obscura. Desta maneira promove a redescoberta de nós mesmos, a compreensão de quais são as nossas urgências existenciais e como as destacamos e as apreendemos.

A S.E.I.P. cria as condições para o questionamento do espaço e do tempo que habitamos e para a edificação de um conhecimento que permita, em consciência, ter uma espírito critíco sobre o território nacional.

A S.E.I.P. surge da vontade de investigar e questionar a realidade em que vivemos, perguntar o porquê dos sinais da paisagem contemporânea, qualquer que seja a escala, qualquer que seja o contexto. E nesta averiguação contribuir para o conhecimento sobre o território português, e para a divulgação de como este é percepcionado e transformado.

A S.E.I.P. pretende contribuir para uma imagem da paisagem mais complexa. Pretende alterar e/ou aprofundar a percepção do observador convidando a participar e contribuir para a reconstrução da identidade de comunidades.

Um dos sentidos da S.E.I.P. está no contributo que as investigações e exposições poderão dar para a produção de novas perspectivas sobre o habitar, alicerçadas num sincero entusiasmo sobre a nossa paisagem quotidiana.

RECONHECIMENTOS

ESTRUTURA DA SEIP

Built with Indexhibit